“A dor crônica é uma doença real” – Lady Gaga fala sobre sua luta contra a fibromialgia

Bradley Cooper e Lady Gaga aparecerão em breve nas telas do cinema, em uma nova versão do filme “A Star Is Born”. Enquanto espera pelo novo filme, Lady Gaga deu recentemente uma entrevista sobre sua luta contra a fibromialgia. Esta síndrome crônica pode causar dor excruciante nos nervos e articulações.

A “dor” da fibromialgia

Para milhões de pessoas que sofrem de fibromialgia, a vida cotidiana é uma luta constante. Uma das piores coisas sobre essa condição é que muitas pessoas nem sequer a reconhecem como uma doença “real”. Alguns médicos até duvidam da honestidade de seus pacientes quando falam sobre seus sintomas. Dos médicos ao público em geral, muitas pessoas não acreditam que essa síndrome temida realmente existe, e muito menos que ela pode ser considerada uma doença. Como a dor está escondida em seu corpo, os outros não podem vê-la tão facilmente quanto veriam um braço quebrado.

Lady Gaga é uma das poucas celebridades a falar sobre esta doença. Na entrevista, ela explicou o vínculo existente entre a doença e vários distúrbios, como: transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), ansiedade, transtorno do pânico, depressão e outros traumas. Embora os pesquisadores ainda não tenham descoberto as causas da fibromialgia, eles conseguiram estabelecer a conexão entre essa síndrome e os eventos traumáticos que podem ocorrer na vida de um indivíduo. No caso de Lady Gaga, parece que a doença foi desencadeada durante a adolescência. Com o tempo, sua fibromialgia piorou devido ao estresse de sua carreira musical.

Vivendo com fibromialgia

Para Lady Gaga, a ansiedade, o estresse e a depressão relacionados à fibromialgia causam sobrecarga no sistema nervoso. Isso acaba causando dor nos nervos e articulações. A Associação Internacional para o Estudo da Dor também descobriu que o TEPT é um importante fator de risco para o desenvolvimento da fibromialgia.

Por muitos anos, os médicos pensaram que a fibromialgia (às vezes chamada de doença “all-over” e “all-out”) era apenas uma ideia dos pacientes. Recentemente, eles começaram a perceber que esta doença é real. Embora os pacientes estejam aliviados de que os médicos finalmente acreditam neles, não há risco de encontrar uma cura para essa doença tão cedo.

A fibromialgia de Lady Gaga era difícil de suportar porque ela tinha a impressão de que ninguém acreditava nela. Ela finalmente decidiu falar sobre sua doença e sua história de PTSD. Infelizmente, ainda há muitas pessoas que não acreditam que ela está realmente sofrendo de fibromialgia.

Muito antes dessas revelações, o cantor (muito popular!) Já tinha que cancelar muitos de seus shows por causa da dor. Ela também cancelou shows devido a uma lesão no quadril. Após o cancelamento de outra série de concertos, Lady Gaga finalmente decidiu revelar seus problemas de saúde mental e física. Seu artigo em sua página no Instagram detalhava sua luta contra doenças crônicas.

O caso de Lady Gaga mostra a luta real que as pessoas com fibromialgia devem levar. Alguns dos fãs da cantora a acusaram de ser dramática, interpretar a vítima e simplesmente tentar encontrar desculpas para cancelar seus shows. Infelizmente, muitas pessoas com fibromialgia também enfrentaram o mesmo tipo de ceticismo. Quando você tem uma doença ‘invisível’ que é muito difícil de diagnosticar, as pessoas pensam que você está inventando seus sintomas.

Atualmente, os médicos não sabem ao certo o que causa a fibromialgia. Eles também não encontraram uma cura para essa doença crônica. Os únicos medicamentos atualmente prescritos para fibromialgia são antidepressivos e analgésicos. Estes podem, naturalmente, aliviar temporariamente os sintomas, mas não os curam.

Compartilhe este artigo para educar todos os seus amigos sobre a verdadeira dor e sofrimento causados ​​pela fibromialgia. 

Leave a Reply

Scroll to Top